Notícias

Azeites brasileiros eleitos entre os melhores do mundo; veja

Os azeites do Brasil têm lá seus segredos e magias. Numa das mais prestigiadas competições do mundo, a EVO iOOC Itália os azeites brasileiros estão entre os melhores ao lado de produtores tradicionais, como os gregos, turcos, portugueses, italianos e espanhóis. Prosperato Picual, Sabiá, Casa Colombi e Estância das Oliveiras ganharam prêmios pela qualidade, pelo equilíbrio e pelas propriedades nutritivas.

O Prosperato levou o melhor Prêmio Internacional do Hemisfério Sul. Ganharam medalha de ouro Estância das Oliveiras e Casa Mantiva Blend da Jequitiba, categoria blend, Azeite Sabiá, como melhor monovarietal, e Casa Colombi.

A competição reuniu produtores de 28 países, inclusive candidatos fortíssimos, que também ficaram bem colocados, mas deu Brasil! Os brasileiros ocuparam o topo do podium.

Explicações

Os especialistas afirmam que uma série de fatores influencia na produção de um azeite de qualidade. A começar pelo clima favorável, pelo solo rico e pelas técnicas avançadas de cultivo e produção.

No caso dos brasileiros, os produtores de azeites passaram a inovar nas técnicas e mecanismos de uns anos para cá.

Os brasileiros investiram em técnicas de sustentabilidade, o que leva à fabricação de um azeite com mais pureza, sabor equilibrado e propriedades nutritivas, como os produzidos nos países mediterrâneos.

Os melhores

O concurso EVO iOOC na Itália analisou azeites já premiados e os novos que concorriam pela primeira vez, sempre por região.

Prosperato é um azeite que tem um Frutado verde, com amargo e picante equilibrados. Tem uma mistura de tomate verde, alcachofra e pimentão doce.

O azeite Sabiá tem um sabor frutado intenso, com toques que lembram folha de tomate, maçã verde e aromas de ervas e gramas cortadas.

Já o azeite Mantiva Oliva reúne um aroma com notas herbáceas, grama cortada, maçã vermelha e um final amendoado.

O azeite brasileiro Casa Colombi, produzido em Maria da Fé, na Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais, é avaliado como um raro tipo frutado e picante.

As informações sobre a competição na Itália podem ser encontradas aqui.

Azeites nacionais estão no nível de país de produtores tradicionais, como turcos, gregos, espanhóis e portugueses. Foto: Freepik

Via: Só Notícia Boa

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios