Notícias

Por difamações em rede social, mourãoense condenado em R$ 12 mil

” Rede de computadores (mídias sociais) não são terra de ninguém, como parece para alguns”, juíza leiga Alissara W. Mohana

Por danos morais, o mourãoense W.G. foi condenado a pagar R$ 12 mil aos vereadores Edson Battilani, Edoel Rocha e Jadir Pepita e ao apresentador de TV, advogado e secretário municipal Ricardo Borges (R$ 3 mil para cada um deles).

A sentença, que já está em fase execução, se refere a postagens no Facebook que a Justiça considerou ofensivas.

Segundo a ação, o internauta difamou Borges na rede social, afirmando que uma empresa teria prejuízos ao anunciar no programa dele na TV Carajás.

Ricardo, atual secretário de comunicações do município, afirmou em reportagem da iTribuna: “Quem tem o costume de ficar xingando pessoas no Facebook e espalhando notícias falsas que geram prejuízos a outras pessoas, podem ter que acertar as contas com a Justiça“.

Com relação aos vereadores, o internauta foi condenado por postagens consideradas difamatórias durante a eleição para definição do presidente da Câmara Municipal.

As ações foram ingressadas individualmente por cada um dos agentes públicos. Com informações da iTribuna

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo