Notícias

Ciclone bomba causou estragos no Sul do Brasil

Ciclone seguirá trazendo prejuízos nesta quarta feira ao PR, SC e RS

A passagem do ciclone “bomba” – um sistema de baixa pressão que ganha muita intensidade em 24h – nesta terça-feira (30/06) causou uma série de danos nos três estados da região sul. Houve ocorrência de chuvas intensas e com grandes acumulados, granizo e vendavais que ocasionaram destelhamentos, interrupção na distribuição de energia elétrica, quedas de árvores em áreas urbanas e nas estradas. A queda das árvores, causaram uma série de bloqueios em rodovias que cruzam os três estados. Em SC pontos da BR-282, BR-470, BR-116, BR-101 e no PR BR-376 tiveram bloqueios por conta de quedas de árvores. No RS a ERS-448 foi bloqueada por conta de um deslizamento no asfalto.

Além dos vendavais, vários municípios registraram a queda de granizo. No PR, as cidades de Telêmaco Borba, Tibagi e Reserva e Campo Mourão, Assis Chateaubriand tiveram registro do fenômeno. Em SC na região de Porto União, Major Vieira, Mafra e Papanduva do Planalto Norte, também tiveram relatos de granizo. No RS os municípios  Monte Alegre dos Campos, Santa Rosa, Ijuí, Cruz Alta, Roque Gonzales, Augusto Pestana e Porto Lucena, no Noroeste; São Luiz Gonzaga e Santo Cristo, nas Missões; Passo Fundo, no Norte; e Flores da Cunha, na Serra.

No Clube dos Trinta, em Campo Mourão

As rajadas de vento passaram dos 100 km/h em 8 estações do INMET dos estados do PR, SC e RS. Os registros foram em Indaial-SC (121 km/h); Clevelândia-PR (120,2 km/h); Morro Da Igreja-SC (119,9 km/h); Major Vieira – SC (108,7 km/h); Chapecó – SC:(108,4 km/h); Dois Vizinhos – PR (107,6 km/h); Lagoa Vermelha- RS:(101,9 km/h); Erechim – RS:(100,4 km/h). E em pelo menos outras 17 estações do INMET as rajadas de vento passaram dos 70 km/h.

Em relação aos volumes de chuvas 31 estações do Cemaden registraram aumulados superiores aos 100 mm, e todas essas estações localizadas no estado do RS. Dando destaque para os municípios Alto Feliz-RS (141.6 mm); Caxias do Sul-RS (139.8 mm ); Nova Petrópolis-RS (136.0 mm); Caxias do Sul-RS (127.0 mm);  Maquiné-RS (126.0 mm);  Igrejinha-RS (126.94 mm);  Três Coroas-RS (125.08 mm);  Bom Princípio-RS(124.2 mm);  Alvorada-RS (124.0 mm), sendo estes os 10 maiores acumulados da região. E segundo relatório diário do SEMA-RS as condições hidrológicas das bacias do Ijuí, Taquari-Antas, Sinos, Caí e Gravataí é de alerta para potenciais inundações.

Sobre o deslocamento do ciclone, há a tendência de intensificação dos ventos novamente ao longo desta madrugada e manhã do dia 01/07, devido ao processo de aprofundamento da baixa pressão no oceano e a configuração de uma frente fria. Os acumulados chuvas não serão tão intensos quanto os registrados nesta terça-feira e se concentraram na região sul e litoral do RS. Após a passagem do sistema frontal o ar polar vai derrubar as temperaturas ao longo da semana com a possibilidade de geadas generalizadas.

Fonte: Agrolink com fotos e vídeos da internet

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar