Notícias

Codecam recebe os primeiros resultados de estudo socioeconômico

Em reunião, de forma remota, o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão – CODECAM recebeu hoje (22/05), os primeiros resultados parciais do Mapeamento de Setores Econômicos Estratégicos para Campo Mourão. A elaboração do estudo acontece por meio de parceria estabelecida entre a SETI – Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) e a Universidade Estadual de Maringá (UEM).

A UNESPAR tem atuado no Projeto de Mapeamento de Setores Econômicos Estratégicos desde dezembro de 2019, traçando um perfil da estrutura produtiva de Campo Mourão e região. O principal objetivo do projeto é desenvolver ações para identificar as principais cadeias estratégicas do município, indicando seus gargalos tecnológicos e integrações, e, propondo conjunto de políticas públicas direcionadas ao desenvolvimento econômico territorial local.

A equipe de trabalho envolve os docentes Jorge Leandro Ferreira, Aline Pancera, Mario Fillizola, Vinicius Vidigal, da UNESPAR, Alexandre Florindo Alves, da UEM, e os graduandos da UNESPAR Alex Alves, Melissa Pereira e Higor Aquino.

Foram organizados dados de todas as atividades econômicas do estado do Paraná, por município, agrupando-os por divisões e por subclasses da CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas). A partir da análise de 83 divisões e de 1236 subclasses diferentes, foram mapeados 21 municípios-polo no estado, dentre eles, Campo Mourão.

Os resultados preliminares da pesquisa foram resumidos e entregues na forma de um Dashboard, que permite analisar dados de Campo Mourão e seus municípios vizinhos, mostrando detalhes quantitativos sobre o grau de especialização do território em determinadas atividades econômicas, números de empregos, estabelecimentos, salários médios, exportações e intensidade tecnológica. Essas análises alcançam 70 divisões e 478 subclasses da CNAE. Além disso, o Dashboard também possibilita identificar as principais atividades econômicas de cada um dos 25 municípios da COMCAM.

Além da entrega para o CODECAM, o Dashboard também será disponibilizado em um banco de dados da Universidade de Harvard, que congrega informações sobre pesquisas econômicas aplicadas de vários países do mundo.

O coordenador do projeto, professor Jorge Leandro Ferreira, afirma que os resultados preliminares podem ser úteis para diversos propósitos e destaca que “Além de contribuir na formulação de políticas públicas, entidades também podem usar o Dashboard para organizar melhor suas ações regionais. No setor privado, os dados servirão tanto para empresas já existentes quanto para identificação de novas oportunidades de negócio”.

Para Newton Leal, Presidente do CODECAM, como resultado final do projeto, há uma perspectiva de que gere indicadores suficientes para criar estratégias de tornar Campo Mourão mais atrativa, com possibilidades de buscar novos investimentos e/ou investidores, além de potencializar os já existentes que, a longo prazo, poderá impactar em desenvolvimento econômico. Leal ressalta também, a importância dessa primeira entrega, pois proporciona uma visão holística para definição de políticas públicas de desenvolvimento econômico endógeno; sempre submetidas às decisões do Conselho Pleno e alinhados pelo propósito do CODECAM: o desenvolvimento econômico local.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo