Notícias

CRM retira indicativo de Interdição Ética na Santa Casa

O Conselho Regional de Medicina (CRM) comunicou a aprovação da retirada do Ato de Indicativo de Interdição Ética na Santa Casa de Campo Mourão. O indicativo havia sido aprovado em janeiro, em razão da desestruturação da assistência médica e uma série de irregularidades no hospital.

“O gestor do Departamento de Fiscalização do Exercício Profissional, Conselheiro Dr. Carlos Felipe Tapia Carreno, apresenta Relatório de Fiscalização e deseja retirar ato de indicativo de interdição ética, visto melhora da situação anteriormente verificada, embora ainda exija atenção deste Conselho”, diz o comunicado enviado dia 18 de junho.

O Ato de Indicativo de Interdição Ética foi uma medida do CRM no início do ano em razão do fechamento da UTI Neonatal, quando pacientes, como crianças nascidas prematuramente e em situação de extrema vulnerabilidade, foram cadastradas no sistema da Central de Leitos para encaminhamento a outros serviços hospitalares.

Após a Intervenção Administrativa do município de Campo Mourão, foram adotadas diversas medidas de regularização e retomada de serviços médico-hospitalares, incluindo a reabertura da UTI Neonatal. A partir de então o Hospital vem avançando e readequando seu quadro funcional, suas estruturas físicas, equipamentos e procedimentos internos, a fim de garantir as condições necessárias para o exercício da Medicina, visando, sobretudo, a prestação de um serviço humanizado e de qualidade aos pacientes.

Apesar da situação em que encontramos o hospital, conseguimos avançar bastante e com apoio do município de Campo Mourão, dos prefeitos da região, do governo do Estado e da comunidade em geral, vamos continuar melhorando”, enfatizou o interventor, Sérgio Henrique dos Santos.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios