Notícias

Observatório Social tem nova diretoria em Campo Mourão

   Em recente assembleia geral ordinária, o Observatório Social do Brasil – OSB/Campo Mourão elegeu e empossou a diretoria que comandará a unidade local na gestão 2021-2023. A contabilista Mariza Pante Ferreira (foto) substituiu a advogada Carolina Sequinel na presidência da entidade mourãoense.

   Na abertura da assembleia foi detalhado o trabalho realizado ao longo dos últimos dois anos pela diretoria que concluiu o mandato. Entre as ações desenvolvidas foi destacado o acompanhamento e análise das receitas e despesas do Município com o enfrentamento da pandemia de Covid 19 no ano passado. Também foi ressaltado o permanente monitoramento da atuação dos poderes Executivo e Legislativo, com ênfase especial nas licitações realizadas e em gastos com diárias para viagens. A entidade também apresentou documento aos candidatos que disputaram as eleições no passado com propostas de ações em diferentes áreas.

   Carolina Sequinel explicou que alguns projetos estão em andamento, como o “Obra Transparente”, as ações voltadas a Educação Fiscal e o acompanhamento da merenda que é servida na Rede Municipal de Ensino.

Diretoria

   A nova diretoria executiva do OSB/Campo Mourão está assim constituída: Mariza Pante Ferreira (presidente); Gregório Kravchychin (vice-presidente para Assuntos Administrativos-Financeiros); Mércia dos Santos Ferreira (vice-presidente para Assuntos Institucionais e de Alianças); Ademilson José Ferreira (vice-presidente para Assuntos de Controle Social e Metodologia); Ater Carlos Cristófoli (vice-presidente para Assuntos de Comunicação e Indicadores).

   O Conselho Fiscal é composto por Roberval Melo Ruscetto, Antônia Correa de Melo, Luiz Pepinelli (titulares), Miguel Theodorovicz, Léia Uhren e Nestor Ocimar Bisi (suplentes).

OBS

   O primeiro Observatório Social (OS) foi criado no ano de 2006, quando organizações da sociedade civil de Maringá, lideradas pela Associação Comercial, resolveram agir para cuidar da qualidade da aplicação dos recursos públicos, depois que a administração municipal foi envolvida em escândalos de corrupção.

   Campo Mourão instalou o segundo Observatório Social do país, num movimento liderado pela Associação Comercial e Industrial – Acicam (então presidida por Nestor Bisi) e também pelo empresário Ater Cristófoli. Atualmente são mais de 150 unidades do OSB espalhados pelo país.

   O Observatório Social é um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

   Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Da Assessoria

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo