Notícias

Corpo de empresária paranaense desaparecida é encontrado por agricultor

Segundo as investigações, a vítima foi morta por seus cúmplices em um crime de roubo a cofre

O corpo de Marlene Paula Acácio, de 47 anos, desaparecida desde o dia 18 de dezembro foi encontrado por um agricultor em uma chácara localizada na área rural de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, nesta sexta-feira (5).

Os pertences de Marlene já haviam sido localizados, inclusive seu celular completamente destruído, na região em fevereiro.

Alguns dias depois, em 25 de fevereiro, um casal foi preso pelo crime porque câmeras de segurança registraram o momento em que Marlene estacionou seu carro na região central de Ponta Grossa e embarcou no veículo dos suspeitos. Depois disso, ela nunca mais foi vista com vida.

De acordo com a investigação, a vítima auxiliou o casal em um roubo a um cofre de um familiar de Marlene na manhã do mesmo dia.

Cúmplices em crime

A investigação começou com o desaparecimento da empresária, mas logo a polícia descobriu que além de ter entrado no carro dos suspeitos, ela havia tomado café da manhã com eles no dia em que sumiu.

Na sequência, foi descoberta a relação próxima entre Marlene e a mulher do casal, e que a empresária chegou a mandar uma mensagem para o parente, perguntando se ele estaria em casa no horário que haviam planejado cometer o roubo.

Em depoimento, as vítimas do assalto informaram que foram rendidas pelos criminosos e que eles perguntaram exclusivamente sobre o cofre.

Ainda conforme a polícia, a ligação entre o crime de homicídio e o assalto demorou porque as vítimas do roubo do cofre não haviam feito queixa. Eles só registram um boletim de ocorrência após serem intimados.

Os suspeitos foram indiciados por homicídio qualificado para assegurar a impunidade e vantagem de outro crime (do roubo), pela ocultação de cadáver e pelo roubo agravado pelo concurso de agentes e pelo emprego de arma de fogo.

Do RIC Mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo