Notícias

Covid-19: Levantamento encontra 88 menores diagnosticados em abrigos de SP

Na capital paulista, 34% dos diagnósticos foram listados em abrigos sob a jurisdição da Vara da Infância e da Juventude de Santo Amaro

Um levantamento realizado nos 18 primeiros dias de junho pela Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de São Paulo verificou que 88 abrigados em Serviços de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes (Saica) da capital paulista testaram positivo para o novo coronavírus.

Os dados foram divulgados ontem pelo Ministério Público de São Paulo. Do total de casos, 30 — ou 34,09% — foram encontrados em abrigos sob a jurisdição da Vara da Infância e Juventude de Santo Amaro.

Os abrigos da Vara de Itaquera representam 18,18% do total contabilizado, com 16 menores diagnosticados. Já os da Vara Central, com 11 (12,5%), ocupam o terceiro lugar na lista.

Ao longo do período pesquisado, 100 profissionais atuantes nos abrigos já haviam sido diagnosticados com a doença — sendo que 22% estava e abrigos da Vara de Santo Amaro, 19% nos de Itaquera e 13% nos da Central.

Entre os menores, o protocolo nos abrigos tem sido fazer o isolamento no próprio espaço, em cômodos específicos, com utensílios pessoas (pratos, copos, talheres, itens de higiene pessoal) separados.

No entanto, os profissionais relatam problemas com a falta de espaço disponível diante do número de acolhidos em cada unidade. Para os próprios colaboradores, o maior desafio, segundo o MP, é o afastamento pelo período mínimo de 14 dias.

Do UOL

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo