Notícias

Projeto de eficiência energética da UTFPR-CM é aprovado em chamada pública da Copel

O projeto de eficiência energética elaborado por servidores da UTFPR Câmpus Campo Mourão foi aprovado na chamada pública do Programa de Eficiência Energética da Copel. 

De acordo com o edital, a proposta do Câmpus receberá o valor de R$ 2.037.952,82 (dois milhões, trinta e sete mil, novecentos e cinquenta e dois reais e oitenta e dois centavos) para serem investidos em melhorias na instituição, com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica.

O Programa de Eficiência Energética da Copel é executado anualmente em atendimento a cláusula do Contrato de Concessão de Distribuição de Energia Elétrica e a Lei nº 9.991/00 por meio do qual são aplicados recursos financeiros em projetos de excelência que tem como objetivo a promoção da eficiência energética no uso final da energia elétrica.

Com esse projeto, a UTFPR Câmpus Campo Mourão substituirá as lâmpadas comuns por lâmpadas de LED e os aparelhos de ar-condicionado com baixa eficiência serão substituídos por equipamentos que consomem menos energia. Será instalada também uma usina de geração de energia elétrica a partir de painéis solares, que são capazes de absorver a energia do sol e transformar em energia elétrica. Isso irá produzir uma energia mais limpa e evitará o consumo de energia elétrica do sistema da Copel, permitindo que a economia gerada seja aplicada em outros projetos. Outro benefício, não só para comunidade da UTFPR, mas também para a população de Campo Mourão, será a oferta do curso de treinamento e capacitação do programa de eficiência energética, onde os interessados de nossa região poderão se especializar nesta área.

O diretor-geral substituto do Câmpus Campo Mourão, prof. Roberto Ribeiro Neli, destaca que “o projeto foi totalmente desenvolvido por técnicos administrativos, professores e alunos do nosso Câmpus, demonstrando a qualidade dos nossos servidores e dos nossos cursos. Com esse projeto a UTFPR será quase autônoma na energia elétrica que consome, além de trazer para nossa cidade uma grande transformação tecnológica na área de eficiência energética”.

Fonte: UTFPR-CM

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar