Notícias

Suspeito de provocar acidente com sete mortes em rodovia de Marechal Cândido Rondon é preso

Ao todo, sete pessoas morreram após a colisão envolveu um ônibus da Secretaria da Saúde de Pato Bragado e o caminhão

O motorista que teria provocado o acidente que deixou sete mortos na PRC 467, em Marechal Cândido Rondon, no Oeste do Paraná, foi preso no começo da tarde desta segunda-feira (2). O suspeito foi abordado na localidade de Porto Mendes, também no município.

Segundo o Portal Catve.tv, o motorista confessou ser o responsável durante a abordagem na BR-163 sentido a Guaíra. O tenente da PRE (Polícia Rodoviária Estadual), Eduardo Pontes, descreveu que testemunhas repassaram informações do veículo que estavam com danos na carroceria.

Ainda conforme o tenente, o motorista disse que não parou no local porque achou que o acidente não era grave.

O acidente

Ao todo, sete pessoas morreram após a colisão envolveu um ônibus da Secretaria da Saúde de Pato Bragado e o caminhão. Com o impacto, o coletivo saiu da rodovia e bateu contra algumas árvores.

O bombeiro Bello, que atendeu a ocorrência, disse à Banda B que foi necessário apoio de algumas ambulâncias para atender as vítimas. “Entrou uma ligação perto das 6h que um ônibus tinha saído da pista. Não sabíamos a condição. No momento que chegamos, verificamos que tinha três a quatro óbitos confirmados. E muitas vítimas graves, pedimos apoio ao SAMU e de outro caminhão nosso para umas vítimas que estavam presa. Também, outras três que foram encaminhadas para a UPA”, detalhou à Banda B.

Os corpos foram recolhidos para o Instituto Médico Legal de Toledo.

Luto

A Prefeitura de Pato Bragado informou que no veículo coletivo estavam 20 pessoas com o motorista, sendo que 13 estão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Marechal Cândido Rondon. Destes, dois estão em estado mais grave e estão sendo transferidos de helicóptero e ambulância.

Banda B

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo