Destaques

Três prefeituras da região aderem ao programa Casa Fácil do Crea-PR

Convênios foram assinados por gestores de Araruna, Barboza Ferraz e Campo Mourão. Proposta da Agenda Parlamentar foi apresentada aos prefeituráveis das cidades em 2020, antes das eleições

O programa “Agenda Parlamentar – O Paraná em Debate” do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) apresentado aos prefeituráveis, em outubro de 2020, rendeu bons resultados nos municípios de Araruna, Barboza Ferraz e Campo Mourão. Recentemente as prefeituras aderiram ao programa regional Casa Fácil, um dos três Estudos Básicos de Desenvolvimento Municipal (EBDM) elaborados por profissionais especializados das Entidades de Classe parceiras do Conselho. O estudo trouxe diagnósticos de problemas e soluções na implantação da política pública de habitação. A parceria na implantação do EBDM foi com a Associação Regional de Engenheiros e Arquitetos de Campo Mourão (Area-CM).

A presidente da entidade, Engenheira Civil Paula Cristina de Souza ressalta que as três prefeituras que aderiram ao EBDM sobre o programa Casa Fácil sempre foram acessíveis as solicitações da Area-CM. “A conquista, além de ser um importante convênio para o desenvolvimento das cidades, ocorre devido ao bom relacionamento que temos com os gestores, por isto acreditamos que logo o estudo sobre mobilidade urbana também será acatado pelas prefeituras”, destaca.

Instrumento de referência para o planejamento da administração pública, os EBDMs seguem a metodologia de elaboração de um plano plurianual de gestão. No Paraná, foram desenvolvidos no ano passado mais de 200 estudos municipais em diversas áreas, sendo três deles para a região de Campo Mourão com os temas: Casa Fácil, Mobilidade Urbana e Apoio à Agricultura Familiar Diversificada e Sustentável. Até essa semana de maio, o estudo Casa Fácil foi acatado na região. Os outros dois estudos ainda não aderidos pelas prefeituras da região foram desenvolvidos por profissionais da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Campo Mourão (AEA-CM) e do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR), com sede no município.

Os estudos básicos são elaborados pelas Entidades de Classe ligadas ao Sistema Confea/Crea/Mútua com a finalidade orientar os partidos políticos, candidatos, gestores públicos, autoridades e lideranças municipais acerca das ideias e soluções da Engenharia, Agronomia e Geociências, visando o desenvolvimento sustentável dos municípios. O programa “Agenda Parlamentar” existe há 10 anos, com debates contínuos sobre as gestões públicas.

Para o presidente do Crea-PR, Engenheiro Civil Ricardo Rocha, o programa Agenda Parlamentar defende os princípios de gestão democrática e de cooperação, além de abrir espaço para fomentar a participação dos profissionais jurisdicionados ao Conselho nas gestões públicas. A ação é direcionada aos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e às lideranças municipais, estaduais e nacionais.

Além dos Estudos Básicos de Desenvolvimento Municipal, o programa “Agenda Parlamentar” do Crea-PR também é composto por 40 Cadernos Técnicos temáticos, disponíveis no site.

Do CREA-PR

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo