NotíciasVídeos

Dia do Abraço: profissionais da saúde se abraçam e se emocionam no PR; vídeo

Nunca foi tão estranho comemorar o dia do abraço sem poder abraçar as pessoas que a gente gosta! Quem imaginaria que ficaríamos mais de um ano sem esse gesto caloroso de apertar e sentir no peito amigos, amores e parentes?

Mas um hospital de Curitiba, no Paraná, encontrou um jeito seguro para reaproximar o pessoal que trabalha na linha de frente: instalou cortinas do abraço em várias alas e agora eles podem aliviar a saudade e também a dura rotina que enfrentam desde o ano passado. E as reações ao abraçarem novamente foram comoventes. (vídeo abaixo)

“Fez um bem para mim! Às vezes um abraço é mais importante do que você falar uma palavra. O abraço é aquela sensação do calor humano, da pessoa dar uma força, uma proteção. É maravilhoso”, disse a enfermeira Marli Kolling em entrevista ao Só Notícia Boa.

Emoção

A direção do Hospital Marcelino Champagnat fez as cortinas do abraço para quebrar o afastamento exigido pela Covid-19 porque sabe que o pessoal da linha de frente precisou manter o distanciamento da família, dos amigos e até dos colegas de trabalho, durante todo esse tempo.

E um dos abraços, entre colegas Vanessa Ramos e Córdoba Hinz, que se conhecem há 20 anos, foi emocionante.

“Foi uma sensação ótima. O abraço é um aconchego, um carinho, é o estar perto. É você sentir a outra pessoa do lado, então não tem preço. A gente precisa!”, contou Vanessa Ramos, coordenadora de enfermagem das unidades de internação do Hospital Marcelino Champagnat.

“Conheci a Córdola na UTI do hospital. Ela é uma pessoa que ajuda todo mundo, brigava muito pelos pacientes, por todos os cuidados que eles precisavam […] Encontrei com ela esses dias no vestiário e quase não me contive. É muito difícil não poder dar um abraço apertado em quem a gente gosta e admira” contou Vanessa.

Emocionada, Córdoba agradeceu pela oportunidade de abraçar novamente a amiga: “Eu gostei, todas unidas”, disse.

A cortina do abraço

A estrutura da cortina do abraço é fabricada com cortina de PVC transparente com adaptação dos braços dos dois lados, material que impede a propagação do vírus.

Depois do uso, elas são rigorosamente higienizadas para que possam ser usadas por mais duas pessoas que se gostam.

Cortina do abraço permite que profissionais da saúde matem saudade dos colegas
– Foto: reprodução / @hospitalmarcelinochampagnat

A ideia

A ideia da cortina do abraço foi, inicialmente para comemorar a Semana da Enfermagem.

Dos dias 12 a 14 de maio, cortinas de abraços itinerantes foram instaladas em alas dos hospitais Marcelino Champagnat e Cajuru, também em Curitiba.

E o sucesso foi tanto que a ideia se repete nesta sexta, 22, Dia do Abraço, para levar carinho em forma de força para que os profissionais da saúde se mantenham firmes nessa longa e importante missão de salvar vidas!

Assista:

Com SóNotíciaBoa

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo