Notícias

Enfermeira morre após ter corpo queimado pelo próprio companheiro

A técnica em enfermagem Daniela de Fátima Navalon, de 41 anos, morreu no Hospital Universitário de Londrina. A técnica de enfermagem estava internada há um mês na ala de queimados depois de sofrer graves queimaduras após um incêndio criminoso causado pelo próprio marido.

O crime aconteceu na madrugada de sábado (16), do mês passado. Segundo informações, a mulher foi resgatada por policiais militares com cerca de 30% do corpo queimado, na zona Sul de Maringá.

O companheiro agrediu Daniela e disse que iria incendiar a residência. O agressor trancou Daniela e os filhos no interior da moradia. A filha da vítima conseguiu fugir após quebrar o vidro de uma das janelas e, logo em seguida, retirar seus irmãos mais novos. A jovem acionou a Polícia Militar (PM) e relatou o caso.

Segundo a PM, assim que chegaram no imóvel, havia um forte cheiro de gás e o marido de Daniela dizia a todo momento que iria queimar a casa. Então, o homem pegou a vítima e a levou para o meio do fogo. Policiais entraram na casa, que estava pegando fogo, e retiraram os dois.

Daniela sofreu queimaduras de 1º e 2º grau. Seu companheiro também sofreu queimaduras e, depois de receber alta, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil (PC), onde responde pelo crime de violência doméstica e agravante, por tentar matar a família toda.

Do TN Online

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo