Notícias

Vacinação da Primeira Etapa do COVID-19 tem sequencia nesta quinta-feira em Campo Mourão

A vacinação prioritária inicial do COVID-19 deve ser concluída ainda nesta quinta-feira em Campo Mourão. As vacinas estão sendo aplicadas no Colégio Estadual Marechal Rondon, por profissionais ligados à Secretaria da Saúde do Município de Campo Mourão. Neste princípio, foram 1.329 doses, para vacinar trabalhadores da saúde que atendem diariamente os pacientes com suspeitas e os positivados de COVID, como a UPA, o Hospital Santa Casa, o Hospital Unimed, o Instituto do Rim e idosos em instituição de longa permanência, no caso, nesta cidade, o Lar dos Velhinhos Frederico Ozanan; além de profissionais do Corpo de Bombeiro e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

No dia inicial, ontem, quarta-feira, já foram vacinadas 680 pessoas. E o público está vindo para vacinação, mesmo com os dias chuvosos, já que a expectativa era grande, como explica Suelen Lima, Chefe do Departamento de Serviços e Ações em Saúde da Secretaria da Saúde do Município de Campo Mourão. “Nos programamos para encerrar esta vacinação em dois dias, hoje estamos no segundo dia, e o primeiro público alvo está vindo para vacinar. No caso dos profissionais da saúde, os mesmos tem que trazer o formulário preenchido, identificando quem é este profissional, precisa apresentar um documento com foto, e precisa constar na lista de profissionais da instituição, quando ele chega aqui ele apresenta o documento com foto e este formulário, ele é direcionado a sala de vacina, onde ali é feita uma nova conferência.”, explica.

Esperança

Paulo Henrique de Souza Rosa, o Cabo Henrique, do Corpo de Bombeiros, vê a vacina como um momento de esperança. “É um benefício imenso, no meu caso, como bombeiro, estar recebendo esta dose prioritária inicial, pois estamos sempre atendendo pessoas, em acidentes, ocorrências, e desta forma estamos protegendo as pessoas que precisam do nosso apoio e também nossas famílias, certamente. Agora a expectativa fica para a segunda dose, o que deve acontecer daqui uns 25 dias”, enfatiza.

Fundamental

Celso Ramos, médico cardiologista, também foi vacinado, na manhã desta quarta-feira. E vê a vacina como fundamental para este novo momento, onde é fundamental evitar a infecção pelo COVID-19. “Já estava esperando há um bom tempo por esta vacinação, e felizmente chegou a hora. Esta vacina vai salvar muitas vidas, certamente”, destaca.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo