Notícias

Em C. Mourão, fiscais da COVID-19 hostilizados em restaurante que desrespeitava decreto municipal

Estabelecimento funcionava após as 23 horas e com música ao vivo, desrespeitando decreto municipal de prevenção e combate o novo coronavírus

Durante a noite da terça-feira, 12, em fiscalização rotineira à estabelecimentos comerciais da cidade, fiscais da COVID-19 foram hostilizados em um destes locais, por exigirem o fechamento após o horário limite (23 horas).

O estabelecimento, localizado na rua Panambi, no centro da cidade, também estava descumprindo a proibição de telões e música ao vivo (artigo 1 parágrafo 6 do decreto municipal 8812 – 18 de dezembro de 2020), o toque de recolher e a proibição de venda de bebidas após às 23 horas (parágrafo 4), desobedecendo a lei seca municipal a partir deste horário.

A administração municipal afirma que o trabalho seguirá normalmente, pede a compreensão e respeito ao decreto em vigência aos empresários da cidade, e deixa claro que a fiscalização será mantida, com os procedimentos de trabalho normais, se necessário com o apoio das autoridades de segurança pública, e em caso de desobediência ao que está determinado em decreto, sanções podem ser impostas, incluindo cassação de alvará.

Da Assessoria/PMCM

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo