Notícias

‘Os hospitais estão sem leitos’, alerta secretário da Saúde do Paraná

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, divulgou hoje um vídeo fazendo um apelo para que a população paranaense respeite as novas medidas tomadas pelo governo para conter o avanço da pandemia do Covid-19, que incluem toque de recolher e proibição da venda de bebidas alcoólicas entre as 23 horas e 5 horas.

Segundo ele, os hospitais de Curitiba e região metropolitana não tem mais leitos disponíveis para atender o aumento do número de casos da doença na Capital.

Nós estamos continuando com as medidas, que são importantes nesse momento, seja o decreto estadual regulamentado há alguns dias da Lei Seca, do toque de recolher, e também medidas que estamos tomando seja no âmbito dos parques, das atividades religiosas. Tudo isso tem o fundamento de tentar atravessar esse momento tão difícil que toda a sociedade paranaense, brasileira, tem vivido em relação a essa pandemia do coronavírus”, afirmou ele.

Nós precisamos ultrapassar essa crise aguda. Os hospitais estão sem leitos, principalmente em Curitiba e região metropolitana da nossa Capital. Os pacientes estão sendo atendidos e assistidos nas Unidades de Pronto Atendimento, também no pronto-socorro dos hospitais, porém, eles serão tratados de forma mais consolidada dentro dos hospitais. Por isso, nós precisamos baixar o nível da pandemia. São Muitos casos novos nesse momento”, desabafou o secretário.

E a você que nos acompanha, pedir que nos ajude, evitando aglomeração. Aglomeração não acontece apenas das 23 horas às 5 horas da manhã. Aglomeração acontece sempre, e por isso, essa aglomeração na frente de um bar, em um churrasco entre amigos, em um inocente chá de bebê, chá de fraldas de um casal que teve seu filho há pouco tempo. Nós precisamos entrar dentro da consciência pública, da opinião pública para poder vencer esse momento”, pediu ele.

Do Bem Paraná

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo