Notícias

Rubens Bueno destaca a importância econômica e social dos 50 anos da Coamo

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) destacou a importância econômica e social da Cooperativa Agropecuária Mourãoense, a Coamo, que completa 50 anos de fundação neste sábado (28). Nascida de uma iniciativa de 79 agricultores da região de Campo Mourão que se uniram a uma ideia visionária do engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini, a Coamo é hoje a maior cooperativa agrícola do Brasil e da América Latina e uma das maiores empresas do país. Neste ano, ela deve bater recorde com um faturamento de R$ 18 bilhões, um resultado 40% superior ao de 2019.

A Coamo é um exemplo para o país da união de trabalhadores e da excelência de nossos homens do campo na produção de alimentos para o Brasil e para o mundo. Manifesto todo o meu reconhecimento a sua direção, aos cooperados, funcionários e a todos os envolvidos com essa grande família que traz desenvolvimento econômico e social não só para o Paraná, mas para todo o país“, ressaltou o deputado, que foi prefeito de Campo Mourão entre 1993 e 1996.

Ao comemorar a data de fundação da Coamo, Rubens Bueno lembrou também da importância do cooperativismo. “É uma atividade que deve ser cada vez mais incentivada por sua importância econômica e grande capacidade de gerar emprego e renda para a população. A semente do cooperativismo precisa chegar a novos campos e por isso, no Congresso Nacional, trabalhamos sempre no sentido de aprovar iniciativas que impulsionem esse setor“, disse.

No Paraná, o cooperativismo possui mais de 100 mil vínculos empregatícios, sendo que a maioria nas cooperativas agropecuárias. No Brasil, são 14 milhões de cooperados, 425 mil empregos diretos, sendo que, somente na agricultura, as cooperativas respondem por 48% de toda a produção. No mundo inteiro são hoje três milhões de cooperativas em 107 países.

Da Assessoria

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo