Notícias

Cmeg marcou com carreata abertura do Outubro Rosa; fotos

Objetivo é alertar as mulheres para a importância dos exames preventivos contra o câncer de mama e o câncer de colo

   Quase uma centena de carros, além de grupos de ciclistas e também a trupe profissional do Espaço Sou Arte, participou na manhã de sábado (3/10) da carreata realizada por ruas e avenidas do centro de Campo Mourão para marcar a abertura do Outubro Rosa. O evento foi promovido pela Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios (Cmeg).

   A carreata foi considerada um sucesso pelas organizadoras, baseado no grande número de pessoas, veículos e entidades que mobilizou. Também por cumprir o objetivo principal do Outubro Rosa, que é alertar as mulheres para a importância dos exames preventivos contra o câncer de mama e o câncer de colo.

   Um caminhão de som levando a equipe do Espaço Sou Arte e difundindo para a população o alerta da necessidade dos exames preventivo abriu a carreata, que teve início nas proximidades da Associação dos Engenheiros Agrônomos. Com o apoio de viatura e motos do 11º Batalhão de Polícia Militar, foram percorridos trechos das avenidas Irmãos Pereira, Capitão Índio Bandeira e Manoel Mendes de Camargo, além das ruas São Josafat e São José. Em razão das restrições impostas pela pandemia de Covid-19 não houve nenhum ato no encerramento para evitar a concentração de pessoas.

   A promoção envolveu a Cmeg/Campo Mourão, Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), Sindicato Empresarial do Comércio Varejista (Sindicam), Unimed Campo Mourão e o Paraná Supermercados.

Vitrines

   A Cmeg/Campo Mourão agora está empenhada em um movimento para que o comércio lojista da cidade utilize predominantemente a cor rosa na preparação das vitrines durante o mês de outubro.

   Quando detectado no início, o câncer de mama, principal tipo de câncer que acomete as mulheres em todo o mundo, tem 95% de chances de cura, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM). Para que isso aconteça, é importante que seja feito o acompanhamento médico periódico.

   Apesar de rara, a doença pode acometer também os homens, representando 1% do total de casos da doença. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama deve acometer, ainda em 2020, 66.280 pessoas. Para o INCA, 17.763 pessoas morreram pela doença em 2018, sendo 17.572 mulheres e 189 homens.

Da Assessoria

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo