Notícias

Em C. Mourão, casos de Covid diminuem mas risco de contágio continua

Preocupação das autoridades de sáude é que os números positivos possam causar uma falsa interpretação de que o perigo acabou

Os boletins diários sobre os casos da Covid-19 em Campo Mourão mostram uma significativa e importante redução do número de pacientes contaminados com o vírus.

Isso é um alívio para os profissionais que trabalham diariamente no enfrentamento a doença, mas não podemos descuidar das medidas de prevenção porque o risco não acabou”, enfatiza o secretário municipal de Saúde, Sérgio Henrique dos Santos.

Um gráfico elaborado pela Secretaria mostra que entre agosto e setembro houve queda de 10 por cento nos testes positivos. Em agosto foram 1.356 exames enviados ao laboratório oficial, coletados na rede pública, dos quais 248 foram positivos. Em setembro, dos 815 exames enviados, 85 deram resultado positivo, 715 negativos e 13 aguardam resultados.

Ele lembra que a maioria dos testes RT PCR são realizados na UPA, que teve uma ala adaptada especificamente para atendimentos de pacientes com sintomas de Covid-19. “Os exames são feitos conforme a demanda”, explica o secretário. Ele mostrou que no 1º quadrimestre de 2020, foram 3.200 consultas na ala Covid da UPA. Já no 2º quadrimestre, foram atendidos 10.013 pacientes.

Esse número positivo tem participação de todos os servidores da Saúde, especialmente da UPA, da Santa Casa, Pronto Socorro e também da consciência da população na adoção das medidas. É importante que isso continue para que não seja necessário voltar a adotar medidas mais rígidas”, complementa o secretário.

A preocupação do secretário e da direção da Santa Casa é que os números positivos possam causar uma falsa interpretação de que o perigo acabou.

O cenário é favorável sim, mas o vírus continua circulando e a vacina ainda não foi liberada, por isso é fundamental a prevenção”, reforça, ao acrescentar que quem apresentar sintoma deve procurar a UPA para avaliação médica.

Da Assessoria/PMCM

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo