Notícias

Globo é acusada de demitir funcionários do grupo de risco para Covid-19

Sindicato está acusando a emissora carioca de demitir funcionários que estão no grupo de risco; Globo nega

A Rede Globo de Televisão está sendo acusada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo de demitir profissionais que estão no grupo de risco para a Covid-19. Isso infringe a legislação que protege o emprego de funcionários de serviços essenciais que tiraram licença médica durante a pandemia.

A denúncia do sindicato surgiu após dois contratados da Globo terem sido dispensados assim que cumpriram afastamento em função da pandemia e retornaram ao trabalho, segundo informações do NaTelinha. Os profissionais teriam doenças crônicas e, por isso, fazem parte do grupo de risco para o novo coronavírus.

O Sindicato também acusa a Globo de não abrir o Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT), “que pode ser feito também para doenças ocupacionais, inclusive por Covid-19”.

A empresa ignora os adoecimentos por conta da pandemia para depois demitir esses trabalhadores. Ainda não se sabe quais efeitos devastadores esse vírus poderá causar em sua já debilitada saúde”, continua o texto do sindicato dos profissionais de rádio e TV“, diz a denúncia.

Procurada pelo portal NaTelinha, a emissora negou infringir a legislação e afirmou cuidar dos funcionários infectados com o novo coronavírus. Além disso, a Globo não confirma as demissões de profissionais do grupo de risco. “Desde o início da pandemia, a Globo tem priorizado a prevenção e também o cuidado e o apoio a seus profissionais vítimas da Covid e se mantém, como sempre, atenta ao cumprimento da legislação“, informa.

Fonte: IG Gente

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo