Notícias

Após ter casa demolida, motorista causa acidente na China e mata 21 pessoas

Um motorista jogou o ônibus que dirigia, em um reservatório no sudoeste da China, horas depois de descobrir que a casa dele havia sido demolida.

Segundo a polícia local divulgou nessa segunda-feira (13), ao menos 21 pessoas morreram e 15 ficaram feridas no acidente que ocorreu no dia 7 de julho. O ônibus cruzou cinco faixas da via, esmagou uma mureta de proteção e afundou parcialmente na água.

Havia 12 estudantes no veículo no momento da queda, e 5 deles morreram. Alguns estavam a caminho de prestar uma espécie de vestibular chinês, conhecido como gaokao, afirmou a emissora China Central Television (CCTV).

O motorista, de sobrenome Zhang, está entre os mortos. “Zhang estava insatisfeito com a vida dele e com a demolição da casa que ele havia alugado. Para ser notado, cometeu um ato criminal extremo”, disse a polícia de Anshun em um comunicado.

Motorista pediu para começar turno mais cedo

De acordo com autoridades locais, normalmente Zhang começava o turno dele ao meio-dia, mas no dia 7 de julho perguntou a outro motorista se poderia começar mais cedo. Por volta das 9h (horário local), ele comprou uma garrafa de baijiu, uma forte bebida alcoólica chinesa, e a depositou em outra garrafa plástica.

Horas depois, antes do acidente, Zhang enviou uma mensagem de voz para a namorada dele no aplicativo WeChat, e falou que estava “cansado do mundo”, segundo a polícia.

Pouco antes de lançar o ônibus no reservatório, Zhang foi visto bebendo da garrafa de plástico, sentado no banco do motorista. Os policiais encontraram ao menos 200 ml de baijiu perto do ônibus.

Aluguel do imóvel

O jornal estatal China Daily disse que Zhang conseguiu alugar o imóvel quando trabalhava em uma fábrica de motores a diesel no distrito de Xixiu, em Anshun. 

Zhang ficou sabendo que a casa seria demolida como parte de um “projeto de reconstrução da comunidade”. Ele solicitou uma nova casa e uma compensação. Recebeu a oferta de US$ 10.360 pela perda do imóvel, mas não a reivindicou e teve o pedido de uma nova acomodação recusado. No dia do acidente, Zhang descobriu que a casa dele havia sido demolida, deixando-o sem teto.

Demolições forçadas de imóveis para dar espaço a novos projetos de desenvolvimento são comuns na China, principalmente em áreas mais pobres ou rurais. A prática, às vezes, deixa antigos moradores sem teto e incapazes de pagar por uma nova casa.

(Texto traduzido, clique aqui e leia o original em inglês.)

Do CNN Brasil

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar