Notícias

Ministério da Saúde credencia UPA de Campo Mourão

Com o credenciamento, a unidade de saúde passa a receber custeio mensal do governo federal no valor de R$ 125 mil

Depois de quase um ano em funcionamento, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campo Mourão foi credenciada pelo Ministério da Saúde, após ter o processo aprovado no dia 24 de junho. A boa notícia foi divulgada pelo secretário municipal de Saúde, Sérgio Henrique dos Santos, que está acompanhando o processo desde o início.

“Após o credenciamento, a segunda etapa será a habilitação, que é feita após uma vistoria técnica do Ministério”, explica o secretário. Com o credenciamento, a UPA passa a receber custeio mensal do governo federal no valor de R$ 125 mil, o que poderá chegar a R$ 275 mil após a habilitação.

Segundo o secretário, desde a abertura da unidade, em setembro de 2019, foram necessárias várias adequações e estruturação para dar início ao processo de credenciamento via sistema do Ministério da Saúde. “Em dezembro estive em Brasília e em reunião com o Ministério da Saúde, conseguimos dar andamento a isso e hoje é uma conquista muito importante”, salienta.

Ele ressalta que foi necessário cadastrar todos os documentos, como escalas de profissionais, declaração de funcionamento, de equipamentos solicitados pelo Ministério da Saúde, comprovação de registro no cadastro nacional de estabelecimentos conforme estipulado na Portaria de Consolidação nº 6, de 28 de setembro de 2017.

“Durante o período de cadastramento até a aprovação foram solicitadas algumas adequações dos documentos, todas realizadas”, explica o secretário, ao acrescentar o apoio do deputado federal Rubens Bueno no andamento do processo em Brasília.

Para ele, além de um passo importante para melhorar o atendimento, o credenciamento é um atestado da boa gestão da Saúde no município. “Quando abrimos enfrentamos várias críticas de que estávamos apenas transferindo o posto 24 horas e o sistema de atendimento não era de UPA. Pois o credenciamento do Ministério vem avalizar o que fizemos”, observa o secretário.

A UPA está instalada num prédio de 1.300 metros quadrados, na asa leste. A unidade entrou em funcionamento como porta de entrada de urgência e emergência de média complexidade. Com a pandemia de Coronavírus, foi estruturada para atendimento específico de pacientes com sintomas de doenças respiratórias.

Da Assessoria

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar