Domingo
26/01/2020
Presa a mulher acusada de matar a amásia a facadas 
publicado em: 27/11/2019 - 08:37h - alterado em: 27/11/2019 - 08:39h

   A Polícia Civil de Cidade Gaúcha, a 137 km de Campo Mourão, prendeu no início da manhã de terça-feira (26) Daniele Crivelli (foto), 21 anos, acusada de ter assassinado Tauana de Aguiar Vitti, em Tapira (região de Umuarama). A jovem estava foragida há dois anos e foi encontrada pelos policiais em uma residência de Umuarama, após denúncias anônimas.

   De acordo com o delegado Lucas Magron, Daniele estava na casa da irmã quando foi presa. Contra ela há um mandado de prisão preventiva expedido pela justiça. A jovem é acusada de ter matado a golpes de faca a companheira, no dia 13 de agosto de 2017, e deixado o corpo em uma estrada rural.

   Conforme o delegado, as investigações apontam que as duas mantinham um relacionamento amoroso na época e que por ciúme e desentendimento, Daniele teria matado Tauana. Na época, a vítima tinha 23 anos.

   Na ocasião, ela chegou a confessar o crime e disse para os policiais que a ex-amásia havia lhe agredido primeiro. A justiça emitiu um pedido de prisão contra Daniele, mas em todas as vezes em que os policiais foram até a casa da suspeita, ela não se encontrava.

   Na madrugada desta terça-feira (26) a Polícia Civil de Cidade Gaúcha, em parceria com os policiais da 7ª Subdivisão Policial, cercaram a casa da irmã de Daniele e a prenderam. A mulher foi encaminhada para a cadeia de Umuarama e está à disposição da justiça.

Fonte: O Bem Dito
Contato: [email protected]
VOLTAR
IMPRIMIR
ENVIAR
X
Meu Nome:
Meu E-mail:
Para:
E-mail:
Mensagem: