Quarta-Feira
23/10/2019
Escola da comunidade Alto Alegre fica com os dois primeiros lugares do Concurso Campo Limpo; fotos
publicado em: 10/10/2019 - 20:26h - alterado em: 10/10/2019 - 20:30h

   A Escola Municipal do Campo Caetano Munhoz da Rocha, da Comunidade Rural Alto Alegre, ficou com os dois primeiros lugares na etapa regional, em Campo Mourão, do Concurso de Desenho e Redação do Programa de Educação Ambiental Campo Limpo – Edição 2019, promovido pela Associação dos Distribuidores de Insumos e Tecnologia Agropecuária (Adita), em parceria com o Município de Campo Mourão, por meio da Secretaria da Educação. As alunas Sthefany dos Santos e Yasmin Lobrianchi ficaram com a primeira colocação nos concursos de desenho e redação, respectivamente.

   Estas primeiras colocadas receberam como premiação uma bicicleta e a professora orientadora (Neidilene Braga dos Reis Padilha) e a escola ficaram com uma caixa de som portátil. Em segundo lugar na categoria desenho ficou Edson Campos, da Escola Municipal do Campo Narciso Simão, do Distrito de Piquirivaí; e na categoria redação Nicoly Alves da Silva, também da Narciso Simão; ambos da professora Angela Thais Fiorentini Vieira. Na terceira colocação do concurso de redação ficou Maria Fernanda Ramalho de Assis, da Escola Municipal Monteiro Lobato (Professora Ana Neri Lopes) e em terceiro no concurso de desenho Maria Sofia Ribas, da Escola Municipal Mário de Miranda Quintana (professora Larissa de Souza Vieira). As alunas premiadas em primeiro lugar nesta etapa regional (Sthefany – concurso de desenho e Yasmin – concurso de redação) estão participando da etapa nacional e concorrerão com 113 crianças de todo o Brasil.

   > Clique na imagem para mais fotos

   Em Campo Mourão participaram 10 escolas municipais participaram do concurso e inscreveram 450 alunos do 4º ano do ensino fundamental na categoria desenho e 450 alunos do 5º ano do ensino fundamental na categoria redação, ambas com o tema “Resíduos Sólidos – O Aluno como Protagonista”.

   Neidilene Padilha, da Caetano Munhoz da Rocha, falou da importância das premiações, que exaltam o trabalho realizado na escola. “Não é pelo valor, mas por tudo o que realizamos. Já participamos deste concurso com a Adita há vários anos, é muito importante por conscientizar da criança, desde as idades menores, a cuidar do meio ambiente, cuidar do seu espaço, a ver o nosso planeta como a nossa casa, enfim, tendo toda esta preocupação com a natureza”, ressaltou.

   A primeira dama Hosana Tezelli, presente no evento, também aproveitou para repassar informações essenciais de proteção ambiental para as crianças. “Nós que estamos num projeto muito importante em nossa cidade neste segmento (Cidade Limpa, Cidade Verde), este vem ao encontro desta iniciativa da Adita, que é cuidar da cidade, da área rural, do planeta. Temos que realmente conscientizar e trabalhar a ideia que as crianças precisam ter estas informações (de conscientização, de cuidado, de preservação ambiental), e principalmente estar sempre cobrando também dos adultos, pois é o planeta que elas vivem que está em jogo, e elas merecem um planeta melhor e bem cuidado”, mencionou.

   Waldir José Baccarin, Gerente Operacional da Adita, destacou que a maior satisfação é ver a participação das crianças. “O Programa de Educação Ambiental (PEA) leva esta mensagem preservacionista importante para que eles possam entender, aprender e divulgar sempre estes conceitos de cuidado com a natureza, com o meio ambiente. A Adita agradece a todos que participam, e deseja que estas crianças possam crescer e evoluir com uma mentalidade cada vez melhor no que diz respeito ao cuidado com o planeta”, conclui. Também presente no evento, a secretária da Educação Tania Caetano também fez questão de reforçar a importância da presença das escolas, dos professores e alunos em iniciativas como esta, parabenizando a todos os participantes ao mesmo tempo. Além dos professores, alunos e demais componentes da Secretaria da Educação e da Adita, esteve presente ainda o vereador Edson Battilani.


O PEA

   Criado em 2010, o PEA (Programa de Educação Ambiental), é uma iniciativa do Sistema Campo Limpo, que tem como objetivo apoiar as escolas públicas e privadas em temas transversais alinhados aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). Anualmente são distribuídos kits educativos para serem aplicados em salas de aula dos 4º e 5º anos do ensino fundamental. O kit compreende caderno do professor, cartazes interativos, jogos, e outros materiais para apoio das atividades em salas de aulas, contribuindo assim para a conscientização dos alunos sobre os direitos e deveres ambientais. No PEA – Campo Limpo 2019 foram inscritos mais de 240 mil alunos da rede municipal de ensino, das 2.571 escolas, situadas em 323 municípios de 23 Estados da Federação. Esses alunos participaram com seus trabalhos, nas categorias de desenho e redação.

   A proposta de edição do PEA 2019 reconhece que o protagonismo dos alunos em questões ambientais, é uma competência a ser desenvolvida desde os primeiros anos de formação escolar, por meio do letramento científico e do desenvolvimento da habilidade de implementar ações que produzam transformações efetivas nos ambientes onde vive e estuda.

   Conforme instrução do regulamento do concurso, todos os desenhos e redações foram desenvolvidos pelos alunos em sala de aula, com acompanhamento dos professores. E foram avaliados primeiramente pelos professores e pela equipe pedagógica das escolas inscritas e, em seguida, por uma comissão julgadora composta por professores de instituições públicas e particulares, e profissionais da área ambiental ligados ao Programa Campo Limpo. A comissão julgadora escolheu os três desenhos e as três redações que atenderam o regulamento do concurso.

Fonte: Da Redação com Assessorias
Contato: [email protected]
VOLTAR
IMPRIMIR
ENVIAR
X
Meu Nome:
Meu E-mail:
Para:
E-mail:
Mensagem: