Segunda-Feira
21/10/2019
Em C. Mourão, escolas municipais e CMEIs passam por reformas
publicado em: 02/08/2019 - 16:26h

    Quatro Centros de Educação Infantil (CMEIs) e três escolas municipais estão em obras de reformas prestes a serem concluídas. São unidades de ensino cujos prédios necessitavam de intervenções emergenciais por apresentarem goteiras, infiltrações, entre outros problemas na estrutura.

   Dos CMEIs, o Criança Feliz (projeto de R$ 75 mil) é a obra mais adiantada, faltando apenas o asfalto no entorno. O CMEI Tancredo Neves  também está com as reformas em fase conclusão (projeto de R$ 122 mil) e  estão em execução as obras do CMEI São José, no valor de R$ 72 mil. Na próxima semana será assinada a ordem de serviço para iniciar as reformas do CMEI Pingo de Gente (R$ 122 mil).

   A reforma da Escola Nicon Kopko, orçada em R$ 118 mil, também está em fase de conclusão. As escolas Parigot de Souza e Maria do Carmo Pereira estão com as obras em andamento, com previsão de entrega para o mês de novembro. Na Escola Cidade Nova a reforma em fase de conclusão, mas falta aditivo para uso de um saldo de R$ 835 mil. A unidade também passa por ampliação, que aguarda repasses do governo  federal. Já o projeto das reformas da Escola Bento Mossurunga está em fase de planilhas.

   “Como o município não dispõe de recursos para atender todas, priorizamos as unidades que apresentavam situação mais crítica neste primeiro planejamento de reformas. Mas esse trabalho vai continuar”, afirma a secretária municipal de Educação, Tânia Caetano, ao lembrar que das 41 unidades, 39 necessitam de melhorias. Ela enfatiza que os projetos de reformas foram viabilizados graças a economia de recursos do Poder Legislativo.

   NOVAS ESCOLAS – Está para ser iniciada a construção da nova Escola Gurilândia, cujo contrato , no valor de R$ 4,4 milhões, já foi assinado com a empresa vencedora da licitação. O recurso foi viabilizado pelo governo federal, via emenda do deputado federal Rubens Bueno.

   Já a construção do CMEI Mundo Encantado, no Jardim Flora, está paralisada com 52 por cento executado. A obra foi paralisada pela empresa e o município está atualizando a planilha para nova licitação. Também está paralisada com 56 por cento executada a obra do CMEI Primeiros Passos, no Conjunto Avelino Piacentini, que também necessita de nova licitação.

Fonte: Da Assessoria
Contato: [email protected]
VOLTAR
IMPRIMIR
ENVIAR
X
Meu Nome:
Meu E-mail:
Para:
E-mail:
Mensagem: