Sábado
21/10/2017
AEN destaca conquistas de Camila e Tainá no Brasileiro Sub-16 de Atletismo
publicado em: 05/10/2017 - 14:32h

As estudantes Tainá Beatriz Antunes (à direita na foto) e Camila Fermino Barbosa, ambas de 15 anos, conquistaram o segundo lugar no Campeonato Brasileiro Caixa Sub-16 de Atletismo. As atletas paranaenses competiram nas provas de 1.000 metros rasos e salto triplo com mais 670 alunos-atletas de 22 estados e o Distrito Federal. A competição foi no último fim de semana, em Fortaleza (CE).


Tainá está no 9° ano do Colégio Estadual Doutor Osvaldo Cruz, em Campo Mourão. Ela concilia a rotina de treinos e competições com os estudos com horários específicos para cada atividade. “Tenho horários definidos para treinar e estudar. Acredito que o bom desempenho escolar e esportivo depende muito do comprometimento de cada um, se nos dedicarmos um não atrapalha o outro”, disse.


A estudante mourãoense já possui um currículo extenso de conquistas. No ano passado Tainá ficou em primeiro lugar na competição nacional nas provas de 1.000 rasos e 1.000 com barreira. Além das conquistas nacionais, a estudante coleciona um tricampeonato no Campeonato Paranaense Sub-16 (1.000 metros com barreira) e um bicampeonato nos 1.000 rasos.


“O esporte abre muitas portas, projeta futuro e traz benefícios para a saúde”, destacou a aluna, que tem como objetivo ser uma atleta olímpica. “Quero representar meu país”, disse Tainá.


Camila garantiu o segundo lugar no salto triplo com a marca de 10,54 metros. Ela estuda no Colégio Estadual Arthur Ramos, em Engenheiro Beltrão.


A superintendente da Educação, Inês Carnieletto, frisa que o esporte é muito importante, ao afirmar que ajuda o aluno a desenvolver trabalho em equipe, disciplina e dedicação.


As estudantes participam do projeto social Atletismo Esperança, que é apadrinhado pelo ex-maratonista olímpico Vanderlei Cordeiro de Lima. O projeto atende entre 40 e 50 adolescentes em vulnerabilidade social. “Resgatamos crianças em situação de risco e damos a eles dois caminhos: estudo e treino. Estudo para ter uma perspectiva boa para o futuro e o treino para quem sabe ser um atleta profissional”, disse o coordenador do projeto, Paulo Cesar da Costa. “Muitos acabam virando bolsistas do programa Talento Olímpico do Paraná (TOP), do Governo do Paraná, que é um grande parceiro”, acrescentou. (foto: Boca Santa)

Fonte: AEN
Contato: [email protected]
VOLTAR
IMPRIMIR
ENVIAR
X
Meu Nome:
Meu E-mail:
Para:
E-mail:
Mensagem: